Você se inscreveu com sucesso em 32ª RBA - Exposições
Ótimo! Em seguida, finalize a compra para ter acesso completo a 32ª RBA - Exposições
Bem vindo de volta! Você fez login com sucesso.
Sucesso! Sua conta está totalmente ativada, agora você tem acesso a todo o conteúdo.
Sucesso! Suas informações de cobrança são atualizadas.
Falha na atualização das informações de faturamento.

Transcrição: Comentário da Foto 7

Transcrição

Aqui temos justamente uma das duas salas históricas, né? – a sala do trono e a sala dos embaixadores – em que se vê justamente a parte acima daquela outra foto em que víamos apenas a porta. Aqui no fundo nós vemos uma das duas portas que tinham sido retratadas pelo Cristiano Mascaro numa outra fotografia. Com essa decoração superior, com esses frisos decorativos em folha de ouro na lateral, os grandes lustres de bronze....e a decoração do teto feita pelo Mario Bragaldi, esse pintor italiano, em meados do século XIX. Que é uma pintura em trompe l’oeil, ou seja, é uma pintura que produz um efeito de profundidade que não é real...quer dizer, é uma ilusão de ótica que é produzida, de maneira que o teto parece se projetar mais alto do que ele realmente era. Isso se vê particularmente nessa exedra, nesse círculo aqui em volta da base do lustre, que parece ser côncavo, quando na verdade é apenas uma superfície lisa. Vê-se elementos de alguns dos brasões que guarneciam esse teto. E que eram brasões ligados à historia da família Imperial e de seus aliados, suas alianças matrimoniais – com a que se tinha feito com a Princesa Isabel, com os Orleans franceses, ou com a Princesa Leopoldina, com a Casa dos Habsburgo alemães. Pela distancia em que estão eu não consigo definir quais são esses três brasões dentre os muitos outros que havia a volta desse teto. O resto são figuras mitológicas, referencias ao mundo imaginário do renascimento e da sua retomada do neoclássico, no final da segunda metade do século XIX.

clique aqui para voltar à página principal da exposição