Você se inscreveu com sucesso em 32ª RBA - Exposições
Ótimo! Em seguida, finalize a compra para ter acesso completo a 32ª RBA - Exposições
Bem vindo de volta! Você fez login com sucesso.
Sucesso! Sua conta está totalmente ativada, agora você tem acesso a todo o conteúdo.
Sucesso! Suas informações de cobrança são atualizadas.
Falha na atualização das informações de faturamento.

Transcrição: Comentário da Foto 8

Transcrição

Esta é uma imagem também do pós-incêndio...bastante dramática, porque se vê... ladeado pelos andaimes de sustentação do teto... porque, miraculosamente nesta sala - que era o grande vestíbulo, o grande saguão do Museu - o teto não caiu totalmente.... então o que estava nesta sala ficou um pouco mais protegido, né? Inclusive um retrato do Rondon que estava nesta sala foi uma das poucas peças que sobreviveu intacta. Porque o teto não era de madeira, então não caiu queimando o que estava embaixo. Então aqui no meio o que se vê é o famoso meteorito Bendegó, com a sua massa escura, combinando com os tons de preto e branco da fotografia. E sustentado pelas duas colunas de mármore que comemoravam a transferência do meteorito – do seu local de achado lá no Nordeste, para o Rio de Janeiro. Um episódio quase épico de transferência de uma peça de um enorme peso, nas condições em que se podia fazer naquela época – com estrada de ferro, navio, etc. A foto cria um efeito de claro/escuro muito rico, muito precioso, misturando as madeiras desses andaimes com o material mineral do meteorito e o mármore....bem lavrado, em estilo neoclássico também...aos seus pés.

clique aqui para voltar à página principal da exposição