Você se inscreveu com sucesso em 32ª RBA - Exposições
Ótimo! Em seguida, finalize a compra para ter acesso completo a 32ª RBA - Exposições
Bem vindo de volta! Você fez login com sucesso.
Sucesso! Sua conta está totalmente ativada, agora você tem acesso a todo o conteúdo.
Sucesso! Suas informações de cobrança são atualizadas.
Falha na atualização das informações de faturamento.

Transcrição: Fomentando uma cultura de acessibilidade, por Clarice Rios

Transcrição

Fomentando uma cultura de acessibilidade

Olá, meu nome é Clarice Rios, sou antropóloga e participo da subcomissão de acessibilidade para a 32 Reunião Brasileira de Antropologia. Esse áudio foi produzido por esta subcomissão com o intuito de ampliar ainda mais a acessibilidade do conteúdo da exposição “As duas vidas do Museu Nacional”, com fotos de Cristiano Mascaro.

Ao longo desta exposição você encontrará áudios de duas entrevistas – uma com o professor Luiz Fernando Dias Duarte, um dos curadores da exposição, e outra com o fotógrafo Cristiano Mascaro. Os áudios podem ser escutados na ordem em que aparecem na tela, ou não; por aqueles que não veem com olhos, e também por aqueles que querem simplesmente experimentar outras formas de ver e imaginar o Museu.

O professor Luiz Fernando já foi vice-diretor e diretor do Museu Nacional, e atualmente é diretor da Associação Amigos do Museu Nacional, além de ser também professor titular do programa de pós-graduação em Antropologia Social do Museu.
Cristiano Mascaro é fotógrafo, arquiteto e professor. Mascaro é certamente um dos grandes nomes da fotografia no Brasil, sendo conhecido por retratar a cena urbana, sua arquitetura e o patrimônio histórico nacional.

Nestas conversas procuramos dar ainda mais vida ao Museu. Por um lado, trazendo mais informações e histórias acerca do Museu e seu acervo, e sua relação com a história da Antropologia no Brasil. E por outro lado, tentando traduzir em palavras um pouco do modo de ver e fazer ver de Cristiano Mascaro e sua câmera, e que se materializa nas belas imagens que compõem essa exposição.

Esperamos com isso contribuir para ampliar formas de acesso ao conteúdo dessa exposição, tanto para um público que não pode ver as imagens com os olhos, quanto para o público em geral.

clique aqui para voltar à página principal da exposição